Morabeza di praia

O caminho para a cidade da Praia tem lombas. Muitas. E a juntar às lombas temos as quebra-molas (lombas em ponto pequeno, cuja principal função é partir suspensões), temos as curvas e as contra-curvas, temos os buracos da estrada, o empedrado e o alcatroado.

O caminho empedrado vai até meio, a partir de meio começa o alcatrão, até chegar à capital da ilha (e do país, já que falamos disso). Já na Praia, apanha-se outro táxi que nos leva até kebra-canela – a praia da Praia – por mais um caminho empedrado. No kebra-kabana – o bar da praia da Praia – bebem-se imperiais frescas, com crepes salgados e amendoins. Sabe a férias, sabe a verão, ouve-se música, sente-se o calor cabo-verdiano, a morabeza de Santiago.

Cozinha-se um esparguete, bebe-se mais cerveja, apanha-se outro táxi, para casa de uns amigos. Joga-se poker. Nova regra do jogo: fazer all-in, sempre. All-in, ganhamos a mão; all-in à segunda, voltamos a ganhar a mão; all-in à terceira para testar a teoria, voltamos a ganhar a mão. Telefonema para irmos para o “fogo de África”. Música ao vivo, o mesmo calor, a mesma sabura, mornas no ouvido, ritmo no corpo, mais uma imperial na mão. E voltamos a mudar de bar, desta vez para o Zion. Mais uma imperial, mais um concerto ao vivo, com um asiático que toca “aquela coisa” – teclas! Muitas conversas, muitas muitas. Chega de imperiais, vamos dormir.

Acordar cedo, com a casa a cheirar a papas de aveia com canela. Pequeno-almoço super nutritivo, vitaminas e proteínas de todo o lado e mais algum. Voltamos para a praia da Praia. Mais conversas, mais brincadeira, mais uns hambúrgueres, nenhuma imperial. Já chega. Sumos e coca-colas com gelo e limão. Mais verão, mais morabeza e mais sabura. Saber bem inspirar o ar do descanso. Despedir, agradecer tudo, prometer voltar.

Entrar noutro hiace, mais curvas, mais contra-curvas e música 20000 decibéis acima do permitido em qualquer recanto do mundo. Ir ao fundinho da mala, tirar uma caixinha, pôr tampões nos ouvidos e mesmo assim ouvir a música a um volume ensurdecedor. Mais uma hora e tal de caminho. Chegar a casa e preparar-me psicologicamente para a semana de trabalho que se aproxima!

2 Respostas to “Morabeza di praia”

  1. marta peko Says:

    sounds good 😉

  2. mas que belo fim de smeana prima, foi so’ pra contrariar

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: